sexta-feira, 20 de junho de 2008

Consequências de Aikihabara...


Polícia prende acusados de imitar assassino de Akihabara

Apesar de se acreditar que a maioria dos casos são trotes, todas as denuncias estão sendo investigadas

A polícia japonesa prendeu três pessoas que ameaçaram cometer crimes em mensagens divulgadas na internet. Aparentemente, elas imitavam o assassino que matou sete pessoas a facadas no dia 8 após mandar mensagens similares para um site. Um jovem também foi preso pela mesma acusação.

“Eu estou cansado disso tudo. Eu farei isso”, escreveu um homem de 29 anos em um site, ameaçando matar 100 pessoas em um popular bairro de compras da capital japonesa. A informação foi divulgada por sites noticiosos e pela emissora pública NHK.

Mensagens similares apareceram nos dias posteriores ao ataque do dia 8 deste mês. Mas a polícia só realizou prisões quando houve ameaças a locais específicos, informou o jornal Yomiuri em seu site, na noite de segunda-feira 16.

O jornal Asahi publicou que um aluno do ensino médio postou uma nota na qual ameaçava incendiar uma estação ferroviária em Niigata, no noroeste japonês. O jovem marcou uma data para a ação – 30 de junho –, na qual ele também prometia assassinar pessoas que estivessem por perto. Segundo a notícia, o garoto foi detido.
Além das três prisões e da detenção desse jovem, dois outros estavam sendo interrogados, segundo a agência de notícias Kyodo.

Tomohiro Kato, o assassino no incidente em Aikihabara


No ataque de 8 de junho, um homem lançou um caminhão contra pedestres e, em seguida, esfaqueou 17 pessoas no popular bairro Akihabara. Sete pessoas morreram e outras dez ficaram feridas.

FONTE: Jornal Tudo Bem
_______________________________________________________

Se for mesmo trotes, que brincadeira de mau gosto. Em um país que a segurança é levada a sério e com o povo bem comprometido com o assunto (no meu ponto, até sendo certo ponto paranóico), e ainda com as cicatrizes do incidente em Aikihabara, é lamentável acontecer isso.

Mas em reportagens anteriores que li, diziam que tais mensagens já eram comuns na operadoras e sites, antes do ataque no "bairro Otaku". Tanto que a polícia está investigando (e prendendo) as pessosas que anunciaram atos com locais específicos.

Tenso!

Um comentário:

Acidreptile. disse...

É não é fácil não.